Territórios e direitos: desafios da educação escolar indígena entre os Jiripankó

Territórios e direitos: desafios da educação escolar indígena entre os Jiripankó

Autor(a)
Carvalho, Maria Regineide Gomes.
<regineideg@gmail.com>
Ano de publicação
2020
Data da defesa
08/06/2020
Curso/Outros
Serviço Social (U.E.Palmeira dos Índios)
Número de folhas
61
Tipo
TCC - Trabalho de Conclusão de Curso
Local
UFAL, Campus Arapiraca, Unidade Educacional PALMEIRA DOS ÍNDIOS
Resumo

Permeada por uma pesquisa bibliográfica e documental, caracterizada pela análise de entrevistas, fotografias e documentos relacionados ao povo indígena Jiripankó, que habitam o município de Pariconha, no Alto Sertão de Alagoas, organizamos nesta produção uma série de dados e reflexões sobre os vínculos entre a educação escolar diferenciada, realizada na Escola Estadual Indígena José Carapina, única instituição de ensino entre os referidos indígenas, e a noção de território tradicional, defendida pela etnia e legitimada pela legislação brasileira enquanto direito constitucional. Desse modo, analisamos e descrevemos o modo como os jovens são formados na Escola e como, a partir desse processo, alguns passam a se identificar enquanto pertencentes aquele lugar social, aos direitos que lhe são cabidos e, por consequência, a identidade indígena. Visamos contribuir no estudo da temática indígena em Alagoas ao protagonizar a pesquisa que foi realizada entre os Jiripankó; apresentando, nesta monografia de Serviço Social, a sociedade Jiripankó através da ótica do território e educação escolar diferenciada e intercultural.

Abstract

Permeated by a bibliographic and documentary research, characterized by the analysis of interviews, photographs and documents related to the Jiripankó indigenous people, who inhabit the municipality of Pariconha, in the Alto Sertão de Alagoas, organized in this production a series of data and reflections on the links between education differentiated school, held at the José Carapina Indigenous State School, the only educational institution among the indigenous women, and a notion of traditional territory, defended by ethnicity and legitimized by Brazilian legislation, as a constitutional right. This way, analyzes and describes the way young people are trained in the School and, from this process, some start to identify while belonging to that social place, to the rights of which they are entitled and, consequently,an indigenous identity. We aim to contribute to the study of indigenous themes in Alagoas, tocharacterize a research that was carried out among the Jiripankó; presented in this monograph of Social Work, a Jiripankó society through the perspective of the territory and differentiated and intercultural school education.

Orientador(a)
Dr. Nascimento, Mayk Andreele do.
Banca Examinadora
Dr. Bizerra, Fernando de Araújo.
Dr. Peixoto, José Adelson Lopes.
Palavras-chave
Educação – indígenas.
Políticas de educação – indígenas.
Índios - educação.
Áreas do Conhecimento/Localização
Coleção Propriedade Intelectual (CPI) - BSPI.
Categorias CNPQ
6.00.00.00-7 Ciências sociais aplicadas.
Visualizações
268
Observações


Não foi possível exibir o PDF