As implicações do avanço tecnológico no brincar para o desenvolvimento infantil à luz da literatura científica

Autor(a)
Silva, Alany Rafaely Rosendo.
<meloalany1903@gmail.com> Silva, Samara Rayra Calista.
<samararcs@gmail.com>
Ano de publicação
2021
Data da defesa
12/03/2021
Curso/Outros
Psicologia (U. E. Palmeira dos Índios)
Tipo
TCC - Trabalho de Conclusão de Curso
Local
UFAL, Campus Arapiraca, Unidade Educacional PALMEIRA DOS ÍNDIOS
Resumo

O presente estudo tem por objetivo analisar, por meio da literatura científica, as implicações do uso de novas tecnologias no brincar para o desenvolvimento infantil. Trata-se de uma pesquisa de cunho qualitativo, do tipo bibliográfica e que toma por base a Psicologia Históricocultural. A pesquisa foi realizada com base em artigos dos portais digitais Pepsic e Scielo no ano de 2020, entre os meses de maio e junho. Para a realização da pesquisa, foram utilizados os termos: “Infância/Tecnologia”; “Criança/Tecnologia”; “Brincar/Tecnologia”; “Brinquedo/Tecnologia”; “Desenvolvimento/Tecnologia/Infância”. Foram encontrados ao total 334 textos e 15 foram utilizados na elaboração da pesquisa, pois abordavam discussões que contemplavam o objetivo da pesquisa. Utilizando a técnica de análise de conteúdo para realizar a análise, foram elaboradas quatro categorias: 1) Tecnologia no Processo de Aprendizagem: que reflete sobre a utilização de novas tecnologias para a aprendizagem infantil. 2) Tecnologia e Reabilitação: trata do espaço ocupado pelas novas tecnologias no contexto da reabilitação de crianças com deficiência. 3) Mediações do adulto: fala da ação do adulto no processo de mediação do uso de novas tecnologias no desenvolvimento infantil. 4) Problematizações: traz discussões sobre vertentes positivas e negativas, em relação ao uso de novas tecnologias na infância. Por fim, pudemos perceber que existem diversos fatores positivos com o uso de novas tecnologias na infância, em diferentes contextos, mas que se faz necessária uma mediação por parte do adulto, dos conteúdos acessados e o tempo de utilização. 

Abstract

The present study has the objective to analyze, through scientific literature, the implications of the use of new playing technologies during child development. This is a qualitative research, bibliographic and based on Historical-Cultural Psychology. The research was conducted based on articles from the digital portals Pepsic and Scielo in the year 2020, between the months of May and June. For conducting the research, the terms used were: “Childhood / Technology”; "Child / Technology", "Play / Technology", "Toy / Technology", "Development / Technology / Childhood". A total of 334 texts were found and 15 were used in the elaboration of the research, as they addressed discussions that contemplated the research objective. Using the content analysis technique to perform the analysis, four categories were elaborated: 1) Technology in the Learning Process: which reflect on the use of new technologies for children's learning. 2) Technology and Rehabilitation: deals with the space occupied by new technologies in the context of the rehabilitation of children with disabilities. 3) Adult mediation: talk about the adult action in the mediation process of the use of new technologies in child development. 4) Problematizations: brings discussions about positive and negative strands, in relation to the use of new technologies in childhood. Finally, we could see that there are several positives factors within the use of new technologies in childhood, in different contexts, but the adult's mediation on the contents accessed and the time of use is necessary. 

Orientador(a)
Dr.ª Nóbrega, Danielle Oliveira da.
Banca Examinadora
Ma. Simião, Fernanda Cristina Nunes.
Silva, Rita de Cássia de Oliveira.
Palavras-chave
Psicologia educacional .
Psicologia infantil.
Áreas do Conhecimento/Localização
Coleção Propriedade Intelectual - CPI/BPPI.
Categorias CNPQ
7.00.00.00-0 Ciências humanas.
Visualizações
18
Observações


Não foi possível exibir o PDF